Retrospectiva Literária 2013

Incentivada por uma amiga a participar do RL, então aqui estou eu. 
Mesmo sabendo que poderia ter lido mais do que  51 livros esse ano, eu fiquei bem satisfeita com tudo que consegui. Eu até tentaria mais, mas quando percebi já era tarde, e a minha vida doramática também não permitiu. Foram muito doramas lindos que vi esse ano - aliás eu tinha que fazer uma retrospectiva disso também... rs Mas isso é uma outra história! 
Vamos falar dos livros?!




1. A aventura que me tirou o fôlego
Acho que depois de terminar a série Jogos Vorazes nunca mais serei a mesma! A Esperança, com certeza foi aquele livro que me tirou o fôlego e ainda me deixou inconformada e querendo mais da vida futura dos sobreviventes. Não ligaria se a Suzanne Collins quisesse continuar com os livros.. rs

2. O terror que me deixou sem dormir
Não sou o tipo de leitora que gosta de ler esse estilo. Mas esse mês de dezembro tentei sair da minha zona de conforto porém os resultados não foram muito bons. O que resultou foi uma leitora - essa que vos fala - com um medo desgraçado do carinha mal. Que livro foi esse, que aliás eu não terminei? No Escuro, da Elizabeth Haynes, então não sei nem se conta como leitura #tenso

3. O suspense mais eletrizante: Não li nada desse gênero!

4. O romance que me fez suspirar
No Limite da Atração, da Katie McGarry foi o meu livro chave desse ano. Todo mundo deveria conhecer Noah & Echo.

5. A saga que me conquistou
Minha amiga Keith foi a culpada de me fazer terminar a série Jogos Vorazes, e me encher pra ler a série da Keira Cass. E foi uma surpresa maravilhosa. Não esperava tanto de A Seleção, O Príncipe e A Elite me deixaram simplesmente apaixonada querendo saber mais e mais sobre os acontecimentos no palácio e sobre a injustiça das castas.

6. O clássico que me marcou
Cheguei nesse mês de dezembro com uma sensação de que estava faltando alguma coisa: eu não li clássicos novos. Somente reli Orgulho e Preconceito, da Jane Austen. E fiz a leitura de My Darcy's Diary, da Amanda Grange, que a versão do Darcy de Orgulho e Preconceito.

7. O livro que me fez refletir
Depois de perder meu pai na morte eu precisava de um livro que me fizesse entender o que é continuar vivendo após a morte de alguém querido. O Céu Está Em Todo Lugar, da Jandy Nelson foi o que eu precisava. Me fez chorar, refletir no antes, no durante e no que há de vir. E me fez agradecer por ter tido o prazer de estar na vida do meu pai até os últimos momentos.

8. O livro que me fez rir
A Música Que Mudou Minha Vida, da Robin Benway me fez rir loucamente. Foi o livro mais divertido desse ano e com certeza - como eu já cansei de dizer - vários autores deveriam pegar esse espírito e tentar fazer igual.

9. O livro que me fez chorar/me deixou emocionada
Chorar mesmo só o livro citado no item 7, mas eu me emocionei muito com o livro Antes de Você Chegar, da autora nacional Renata Muller. Quando eu quero MUITO um livro eu tenho que desconfiar, porque aí vem algo muito bom. Eu demorei pra adquiri-lo, porém quando aconteceu, não me arrependi. Todos deveriam ler.

10. O livro de fantasia que me encantou: Não li nada no gênero.

11. O livro que me decepcionou
Eu queria tantoooo ler esse livro e, quando aconteceu foi a pior coisa na minha vida literária - espero que isso nunca mais aconteça! Nevermore, da Kelly Creagh

12. O livro que me surpreendeu
Lola e o Garoto da Casa ao Lado, da Stephanie Parkins é um livro que estava além de tudo o que eu poderia ter imaginado. Tá certo que amei demais Anna e o Beijo Francês (da mesma autora), mas esse ultrapassou. Fiquei encantada que nem quis me despedir dos personagens. Foi uma ressaca literária das braba!

13. O thriller psicológico que me arrepiou: Não li nada no gênero.

14. O livro mais criativo
Aconteceu Ontem, da Lisa Schroeder! Aquela história contada em versos é muito criativo, e o leitor é capaz de seguir sem precisar rimar ou algo assim...  achei incrível.

15. O melhor HQ: Nunca li nada nesse gênero.

16. O infanto-juvenil que se superou: pela primeira vez na vida, não li nada nesse gênero rs

17. O livro que mudou a minha forma de ver o mundo
Não acho que algum livro tenha mudado minha forma de ver o mundo. Porém dois livros me ajudaram a mudar alguns pensamentos: Entre O Agora e O Nunca, da J. A. Redmerski e Do Seu Lado, da Fernanda Saads.

18. A capa mais bonita
Um só vai ficar difícil! Mas eu amo as capas dos livros da Elizabeth Scott, e esse ano eu terminei os 4 livros que estavam faltando dela: Something, Maybe, The Unwritten Rule, Between Here And Forever e Perfect You.

19. A frase que não saiu da minha cabeça
"'Ele não é o meu tipo', dizia uma vozinha na minha cabeça, mas fazia tanto tempo que eu nem sabia o que isso significava. Ou se esta garota, esta que eu era agora, tinha mesmo um tipo." - O Que Aconteceu Com O Adeus, da Sarah Dessen.

20. O(a) personagem do ano
Hunter - My Favourite Mistake, da Chelsea M. Cameron.

21. O casal perfeito
Lola & Cricket, de Lola e O Garoto da Casa ao Lado: Senti muitas saudades deles!

22. O(a) autor(a) revelação
Querendo saber quando sai logo a continuação de Scared, da J. S. Scott. É!

23. O melhor livro nacional: Esse ano e me superei lendo 9 nacionais! Mas Mitral, da Thayane Gaspar foi muito bom, só ela consegue fazer uma guerra ser a personagem principal num livro!

24. O melhor livro que li em 2013: Acho tão injusto eleger apenas 1 livro! Foram tantas experiências boas de formas diferentes. Mas se fosse citar um que ainda não foi mencionado seria Losing It, da Cora Carmack.

25. Li em 2013: 51 livros.

26. A minha meta literária para 2014 é...
O Desafio 52-52, que inclui ler mais clássicos, nacionais e tudo o que tiver de bom na minha estante!

É isso pessoal, e agora vamos ver o que o próximo ano me reserva! Estou na expectativa com toda a minha impulsividade. Tô com medo! kkkkkkkkk

Até mais! Bj

3º Dia - Diário Literário


Hi peoples! :D

Hoje o dia foi supreendentemente com leitura. Eu amo as terças, é quando consigo ir de cabeça no que quero fazer; e nesse momento tem sido a leitura.

100 páginas! Fiquei muito orgulhosa da minha pessoa por ter avançado tanto em "A Elite".  E confesso que foram muitas emoções, meu coração chega doeu. Foi tenso!

E é bom ver a America mudar de uma boboca apaixonada para encarar a realidade do que é ser da "Seleção", porque até agora eu só a tinha visto apreciar os vestidos bonitos, a comida gostosa e reclamar das aulas de etiqueta. Agora vê-la titubiar nas suas decisões é algo muito legal. Dúvidas, dúvidas e mais dúvidas. Gostei muito de algumas atitudes dela, fiquei muito orgulhosa. Muito mesmo!

Só penso em avançar páginas e acabar logo esse livro. Mas aí o Kindle não ajuda e descarrega na parte mais legal em que a mocinha tá desabafando seus sentimentos mais sombrios #tenso
Indo ali colocá-lo na tomada e esperar até o dia clarear...

Até amanhã, e boa leitura à todos *smacks*

2º Dia - Diário Literário


E aí, como foi o dia de vocês?

Tirando o cansaço de dias acumulados, o meu foi ótimo! E nesse segundo dia do mês, euzinha só consegui 45 minutos para ler. Eu sempre me sinto inconformada com isso, mas foi o que deu né: 30 minutos da hora do almoço e 15 minutos do intervalo do curso de inglês.

Ainda estou em "A Elite" e a coisa toda anda boa demais. Tão boa que estou até estranhando e achando que algo muito, muito, MUITO ruim vai acontecer e eu vou ficar triste. Falou a vidente! kkkkkkkk Mas é sério. Sabe quando acontece coisas boas e você como leitor fica radiante? Porém, você lembra que só leu até agora 73 páginas - sendo que o livro tem 413 - e que tudo tá lindo. O carinha é fofo, as meninas da 'oposição' não fizeram nada de mal, o pai do carinha que é do contra tá muito calado.... enfim, tá daquele jeito bom-demais-pra-ser-verdade. É isso! Não vou dar spoilers

Mas agora que estou em casa, apesar de querer muito me afogar na leitura, não dá. Estou cansada demais, com sono acumulado e meus olhinhos estão batendo implorando que eu deite.

É isso pessoal, boa noite e até amanhã.

1º Dia - Diário Literário


Oiee pessoas!

Depois da meta lançada ontem (veja aqui), hoje foi dia de começar a colocar em prática aquilo que me prôpus né. E acho que comecei bem! #animada

O primeiro livro do Diário Literário foi: A Elite.

E não poderia ter escolhido outro né. Depois de passar a última semana de novembro empolgadíssima  com America e as outras 34 selecionadas para conquistar o coração do Príncipe Maxon; eu tive que pegar logo essa continuação e me deliciar com mais aventuras no Palácio. Até porque eu já virei totalmente #TeamMaxton, e depois de ler "O Príncipe" eu fiquei mais encantada com ele. Não teria personagem melhor pra ter uma crush *suspiros*



E "A Elite" veio que veio chegando. Já achei que a autora mudou um pouquinho o jeito de contar a história. Até notei uma mudança de pensamento em America, que já estava me deixando nervosa por nunca mostrar o que ela realmente queria. Personagens indecisas me deixam inquieta.

Mas as 40 páginas que iniciei hoje já me deixou querendo mais. Mas aí amanhã é que é a hora da verdade. Ler durante a semana é uma loucura.
Mas vou encarar o desafio. Não quero desistir. #fighting

Beijokas, e até amanhã!