Eu vi: A Última Música

domingo, setembro 12, 2010


"Ambientado em uma pequena cidade praiana do sul dos EUA, Steve Miller (Greg Kinnear), um pai distante, tem a chance de passar o verão com sua relutante filha adolescente Ronnie (Miley Cyrus), que preferia estar em casa, em Nova York. Ele tenta se reaproximar dela por meio da única coisa que eles têm em comum − a música − em uma história sobre família, amizade, segredos e salvação."

No dia 11 de Junho estreiou esse filme maravilhoso, que eu tinha jurado que ia ver no cinema, mas como aqui nesse fim de mundo onde eu moro, não estreia nada e eu sempre tenho que correr pros shoppings mais distantes, não consegui ver.

Mas não desisti! Procurei em todas as locadoras perto da minha casa (e as que são longe também) e conseguir encontrar uma que tinha. Oh Glória!! Por que isso é um verdadeiro milagre.

Eu fiquei muito feliz porque eu adquiri um hábito de nunca ver um filme que seja baseado num filme, sem ler o livro primeiro. E fiz muito bem!! (Quer ler minha resenha, clique aqui!) O livro excede em muito a expectativa do filme. Não gosto de fazer muitas comparações porque são coisas totalmente diferentes mesmo sendo homônimo.

Ouvi muitas críticas sobre a atuação da Miley, que ela não captou a personagem, que foi fria. Fala sério!! Eu achei ela totalmente sintonizada à personagem, acho que não teria atriz que faria melhor. Para quem leu o livro observou que a Ronnie é um saco em alguns momentos, arrogante, e amorosa, cálida em outros. E foi justamente o que a Miley fez.

Senti falta da espiritualidade que o livro traz, e que no filme agente não vê, nem vestígio. Isso é uma das coisas que sempre me cativou nos livros do Nicholas Sparks, ele cita a importância de Deus nas nossas vidas. Isso dá esperança, traz conforto!

Eu já tinha tido que adorei o irmão da Ronnie no livro, mas no filme ele é muito mais do que fofo. A escolha desse ator mirim foi muito bem feito. Nos extras agente consegue ver que ele interagiu bem com todos à sua volta (Ah gente! eu amu extras, quando não tem fico muito bolada! kk).

E que bela atuação do Liam!! Ui gatinho... babei demais!! Meninas assistam, ele sem camisa é tudo de bom!! Além de ser fofo!


As cenas românticas deles foram muito bem feitas, e muito bem colocadas no filme. A fotografia é muito linda! Nunca achei que fosse gostar tanto desse filme. Achei que no fundo não ia superar minha expectativas, mas eu gostei, e muito. Super recomendo para quem quer se divertir, mas também para quem não liga de derramar rios de lágrimas no final de um bom filme; porque eu chorei e muito, o livro me fez ter uma síncope, mas o filme também não ficou atras não.



O que me deu muita felicidade foi como terminou o filme. Eles sempre fazem algo especial, bem diferente do livro mas sem perder o foco. Amei!!!

Frase Citada: "As pessoas cometem erros. Até as pessoas que agente ama!"  Adorei essa frase, e é uma realidade, mas nunca devemos deixar de dar uma segunda chance, às vezes até mais de uma. Linda frase!

Espero que todos tenham gostado do filme de hoje. Até mais ver!

XOXO,

5 comentários:

CAROLINA disse...

Adorei a resenha.
Comprei o livro, mas ainda não li.
Não vejo a hora de começar.
Bjoss

CAROLINA disse...

Oi Lisse, infelizmente não entro no msn constantemente.
Mas se quiser me mandar e-mails ... quase sempre entro.
>> carolina.808@hotmail.com
BjOss XD

Adriana Brazil disse...

Ah eu vi o filme! OMG chorei horrores no final! MT triste, bem o pai salvou o filme né, porque achei mt sem sal a história dos personagens centrais, esperava bem mais e espero encontrar isso no livro, pq no filme ficou a desejar.

bjuuus
Dri

luciano santana da silva disse...

adorei o fimel .

Luah disse...

Já vi esse filme e também gostei muito, já o Querido john pra mim não teve nada de emocionante, não derramei nenhuma lágrima. Acabei assistindo ao filme antes de ler os livros -coisa que não fiz até hj- mas pretendo em breve.

Obs¹: Amei os atores do filme Q.J.
Obs²: Não sei pq mais acho que vou amar lê-lo -Q.J-.







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!