Eu Li: A Caminho do Verão

terça-feira, janeiro 31, 2012

 
Não poderia estar mais feliz ao resenhar meu segundo livro da Sarah Dessen aqui no blog. O primeiro sendo Just Listen me deixou muito contente ao debutar, mas agora com "Along For The Ride" (esse é o título em inglês) foi o ápice da felicidade porque vou continuar querendo que mais livros da Sarah sejam lançados no Brasil \o/

Desde que comecei essa coisa toda de que a Sarah é perfeita, sempre acabo me identificando de alguma forma com os seus escritos. E esse não foi diferente. Auden não dorme durante a noite, algo que igualmente não tenho feito muito, mas não por vontade própria. Mas ela tem um motivo, faz isso desde o divórcio dos seus pais, desde que as brigas começaram. Agora, muitos anos depois ela tem a chance de passar um verão com seu pai e sua nova família.

Enquanto lia fui vendo que Auden amadureceu muito rápido, porém depois parei para pensar e percebi que talvez ela ainda não tenho crescido, simplesmente pulou certas fases muito importante da sua vida.

Agora que terminou o Ensino Médio, a única coisa que pensa é se preparar para entrar na faculdade. Enquanto a maioria das meninas estão se preparando para pegar a tão famosa marquinha de verão, nossa querida Auden está preocupada em agradar a mãe. Juro que às vezes eu quis torcer o pescoço dessa mulher. Ela é intragável!
"Como se fosse assim tão fácil se dar bem com a minha mãe, formar alguma conexão rápida e forte que persistisse. Eu sabia"
Mas para manter Auden numa perspectiva muito boa, existia em sua vida Hollis, o irmão mais velho e muito descolado. Louco de dar dó mas uma pessoa vivaz e com uma boa visão do que era a vida e do que exigiria dela para ser feliz, é ele que a "incentiva" a arrumar as malas e sair de casa. E assim parte para uma nova visão da vida. Sua vida.
"Esse era o meu irmão, a vida, respirando o Próximo Capítulo [...] ele estava sempre em andamento"

É muito, muito, muito difícil falar sobre algo que te toca tanto...
Auden é uma garota triste e solitária. Mas ao chegar em Colby encontra um mundo que pode ser mais do que estava esperando. Encontra o calor de uma amizade, de um amor, e também se depara com a realidade que foi e que é sua vida. Entre tropeços, ressurgimento, em descobrir que as pessoas podem mudar... até ela mesma.
"Nunca antes tinha ficado tão claro que, embora eu tenha gasto minha vida inteira aprendendo, havia um monte de coisas que eu não sabia."

Eli foi fundamental nisso tudo. Ele precisava ser salvo e Auden estava querendo ser salva também. A "relação" dos dois - digo "relação" porque é sempre difícil definir o que a Sarah passa pra gente nos livros, sempre falo que é além de pegação, é fofo, sutil - é fantástica. Foi o primeiro livro que vi que realmente a convivência é além de palavras, de fatos. É cumplicidade!
"Há muito tempo parei de tentar explicar as minha relação com o Eli para alguém, inclusive para mim mesma. Não era apenas um coisa, mais muitas encadeadas..."

1 comentários:

Evellyn disse...

Liss,
vc sabe que eu amei a Susane no livro que vc me emprestou.. Acho que ela consegue ser mt realista, mt adolescente, passar as coisas mt bem
Mas esse livro eu nunca tive mt vontade de ler, mesmo com todo mundo elogiando demais!
Ai vc faz essa resenha e eu acho a historia boa?! Nossa, adorei o irmão e só pelo seu comentario, achei a mãe uó,..
E esse Eli... ah, amo qnd existe essa cumplicidade entre o 'casal' e um ajuda o outro!

Parece ser mesmo lindo!

bjs
Evellyn!







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!