Eu li: Perdida

Título: Perdida - Um Amor que Ultrapassa as Barreiras do Tempo
Autora: Carina Rissi
Editora: Baraúna
N° de Páginas: 472
Ano: 2011

Lembro precisamente o dia em que vi essa capa aqui ao lado e me apaixonei. Foi no blog Guardiã da Meia Noite no dia 26/12/2010, onde a blogueira Scheila estava fazendo uma propaganda a respeito desse livro que ainda seria lançado, e na época nem era essa capa ainda.

Disse para mim mesma que era paixão à primeira vista, e como sempre acreditei na história de Sofia e Ian, e também no sonho da Carina, mesmo antes de saber do que se tratava.

A sinopse era diferente de tudo o que eu já tinha lido ou ouvido por aí. Quando saiu o 1° capítulo para todos os desesperados de plantão, lá fui eu me atracar com o computador, e percebi que não estava enganada em meus julgamentos. E fiquei muito feliz!!

Hoje depois de já ter lido "Perdida" umas três vezes, continuo não me arrependendo da minha escolha. Carina foi sublime! Cada pedacinho desse livro é uma linda emoção para mim.

Sofia é uma personagem incrível. Forte, cheia de carisma, com muita força de vontade e que não se abate com qualquer coisa. Uma das coisas que me cativou desde o princípio foi seu sarcasmo hilário, a sua descrença no amor e no matrimônio; você não vai encontrar em Sofia aquela jovem desesperada para casar, muito pelo contrário, ela é tudo menos uma romântica incorrigível. Enquanto ela é assim, sua melhor amiga Nina é louca pelo namorado, e está prestes a juntar os trapos; o que por sinal deixa Sofia enlouquecida.

Quote: "Eu não entendia o que levava uma pessoa lúcida a se casar. Se bem que a maioria delas não parecia gozar de sua plena sanidade quando estavam apaixonadas."

Mas será que Sofia estava onde deveria?? Será que tudo o que ela precisa está num click??
Quando seu celular vai pro beleleu, corre numa loja e adquiri outro. O que ela não contava foi que essa sua mais nova aquisição fosse levá-la a outro tempo, mas precisamente em 1830. E agora? O que ela vai fazer sem um microondas, sem televisão, sem as roupas que tanto gosta, sem um banheiro decente (toda vez que olho para uma folha de alface eu morro de rir!!), sem computador (OMG!! eu morreria! será??), sem a modernidade e sem sua antiga vida??

Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Depara-se com o cavalheiro Ian Clarke que lhe provê acolhimento em sua própria casa.
Quando entra nesse mundo que só conhecia pelos livros, passa muito tempo negando sua atual realidade mas ao mesmo tempo quer se habituar e relaxar.

Quote: "Olhando dentro dos seus olhos profundos, não pude dizer que estava enganada. Não consegui dizer nada, na verdade. Por que, quando ele disse que meu lugar era ali, ao menos naquele momento, com a voz cheia de emoção, fiquei completamente perturbada. Parte de mim acreditou nele."

Lá também encontramos pessoas maravilhosas como a doce Elisa, a protetora Teodora, os empregados: Madalena e Gomes, que são extremamente fofos e carinhos até nas situações mas constragedoras.

Ai meu deus, como definir Ian?? Cavalheiro, lindo, leal, amigo, amavél e generoso seriam pouco para descrevê-lo. Ele é especial! Ian foi - é - o homem perfeito. Adorei todas as descrições dele; em como amou a Sofia mesmo sem saber a verdade, um homem honrado e discreto, com um amor puro e incondicional. O modo e porque ele se apaixona por Sofia é lindo demais! :) *suspiros*

Quote: "Escrevo esta carta na esperança de que algum dia possa chegar até suas mãos (...) E se, por sorte, algum dia puder vir a ler estas linhas, não te esqueças que a amei desde o primeiro instante e a amarei até o último. Talvez até depois. "

Senti uma conexão tão profunda com a Sofia. Foi tão... diferente, e estranho também. Tudo o que eu já havia pensado, sonhado, fantasiado estava ali, transformado em 472 páginas de um lindo conto de fadas que poderia ser real. Foi muito forte! Acho que nem preciso dizer que chorei né?? Está implícito!

Quando respondi o Meme do Livro Perfeito, eu só tinha em mente os livros do Nicholas Sparks, ou então quando conheci os livros da Jane; mas eu sabia que não tinha chego lá ainda. Depois de Perdida tudo mudou!

Eu queria que o LIVRO PERFEITO mexesse forte com meus sentimentos, que me fizesse flutuar, tinha que me prender, fazer com que eu me identifique com os personagens, onde os desejos e sentimentos dos personagens me comovessem e extasiasse; é quando a cada virada de página o livro é capaz de te arrancar um sorisso, te deixar com uma expressão boba e feliz! E "Perdida - Um Amor que Ultrapassa as Barreiras do Tempo" foi isso tudo pra mim.

Carina Rissi é incrível! Não te deixará piscar um só momento e nem querer parar a leitura; e muito menos enche lingüinça só para preencher páginas. Considerei sua escrita muito eloqüente! Perdida tem conteúdo, uma maravilhosa construção dos personagens e da história em si, passagens lindas e engraçadas, sem contradições. Não é uma história sem pé nem cabeça, mas sim um enredo com começo, meio e final que te conquista!

Terminei a leitura com uma pulga atrás da orelha, era como se eu próximo livro estivesse me esperando na estante. Queria que o livro tivesse mais páginas para concluir coisas que eu julguei estar inacabada (não vou falar para não soltar spoilers, ok?).

Enfim, leiam!! Mesmo que Perdida esteja caro (compar com a autora (autografado), Livraria Saraiva, Livraria Siciliano, Gato Sabido (ebook), Livraria Curitiba (ebook), Site da Editora, e até na Amazon), mas saibam que vale cada centavo. Com certeza!!

P.S: Carina, muito obrigada por tudo, por aturar meus emails quilomêtricos e por me deixar fazer parte da história de Perdida. Foi incrível!! Você é minha Fada Madrinha, e se um dia você descobrir como posso conseguir uma máquina do tempo, não esquece de me avisar tá!
Esta resenha faz parte do Book Tour organizado pela própria autora - Carina Rissi.

9 comentários

Niii disse...

Acho essa capa uma lindeza e só por ela já dá vontade de ler, mas me interessei pela história também
ótima resenha Lisse!
bjs

Ni
Faz Parte...

Adriana Brazil disse...

Que capa linda, Lisse!
A resenha aguçou minha enorme curiosidade! Afgh quero ter dindim pra comprar todos que desejo!
A história pelo que conta parece ser demais!

Amei a resenha, amore!

beijão!
Dri

Carina Rissi disse...

Ah, Lisse!!!!
Quem PRECISA agradecer sou eu!!!
Eu AMO seus e-mails!!
Obrigada por acreditar desde o início, por me animar quando tive dias ruins, por ser essa amiga fantastica que me encontrou no Twitter!

Amei a resenha!! DEMAIS! Estava com medo já que voce era uma das pessoas ansiosas para conhecer Perdida e meu medo de desapontar era grande. Agora posso respirar aliviada. Na verdade, tenho respirado aliviada desde aquele e-mail, lembra? ;)

Muito obrigada por tudo, lindaaaaaa!!!

Beijoooooooooooos

Evellyn disse...

Lisse!
vc é fã desde o principio mesmo hein... Chegou até a pegar a pré-capa! rs
OMG! vc já leu 3 vezes? Isso tudo em menos de 1 mes né? Hahha Cara, ta quase chegando para mim, agora que ja ta com a Nath né..
Putz que resenha foi essa Lisse? Ja to aqui sonhando com Ian... ai, um cara 'a moda antiga' e assim, tão bacana.... ah aqui em casa!
Poxa, com certeza a melhor resenha de Perdida que já li... acho que é assim né, qnd gostamos mt do livro!!

Ahh virou o livro perfeito!! Que honra de ser brasileiro!! huahu

bjss
Hey Evellyn!

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Clarisse! Estou ansiosa para ler Perdida. Beijos!

c8ris disse...

amei a capa linda ^^ e a resenha é show ^^ parece bem legal

Lu disse...

resenha bem legal, adorei.
estou numa necessidade grande de ler esse livro, Perdida chama demais minha atenção e eu preciso comprar logo esse livro, rsrsrs.
Próxima compra pego o meu. 0//

beijos.

Cíntia Mara disse...

Quero ler! Esse livro parece ser ótimo.

Beijos

Vida, Livros e Pensamentos disse...

Sim Sim! A capa é esplêndida! Mas gostei mesmo é de ler a descrição daquela cena no livro. Vestido de época e All Star he he
Só não concordo quando vc falou que n havia contradições e que o final era ótimo. A personalidade de Sofia muda completamente, o que é uma contradição, e eu achei o final super idealizado!
Fora isso, adorei a resenha! (folhas de alface me dão nojo agora, rsrsrs)
bjs