Voltando aos Pouquinhos...

Olá pessoas, tudo bom?? Eu estou ótima! Garças a Deus!
Hoje eu preciso fazer um pronunciamento muito importante. Espero que vocês estejam dispostos a me ouvir só um pouquinho.


Acho que alguns sabem que eu fiqui um mês e duas semanas sem internet, e demorei um tempo para firmar uma operadora para adquirir um plano bom, que estivesse à altura das minhas necessidades.
Essa semana o aparelho chegou e fiquei super feliz por voltar a usar esse enorme mundo virtual.
Mas esse tempo de jejum me fez refletir sobre o que era verdadeiramente importante. Não estou dizendo que o blog não era importante para mim, sempre deixei muito claro que era.

Meu objetivo ao criar o Livro... Filme... Música foi falar sobre as coisas que eu mais gosto. Desde de bem jovem (caraca, acabei de me sentir uma velha... alôôô eu tenho 25 anos) meu maior desejo foi estar entre papéis e ter uma caneta na mão,  fazendo o que mais gosto que é escrever. O dom da escrita nasceu comigo - agradeço meu pai por isso! Cinema, música e a literatura me ajudou a lidar com tempos nebulosos da minha vida. Com o blog eu pude unir essas várias paixões e ser feliz!

Desde 2008 quando criei o blog fazer os posts me deixava muito feliz; mas depois com a explosão da blogosfera eu meio que fiquei me sentindo acuada. Senti a pressão de fazer o blog crescer, de ter seguidores, de ter um layout perfeito,  de ter muitas leitores comentando. E começei a me sentir sufocada. Todo mundo sabe que pressão não leva ninguém a lugar nenhum, só faz a pessoa ficar estressada e aguniada. E pelo que me conheço não sou a Paris Geller de Gilmore Girls, odeio ser competitiva, não gosto de passar por cima de ninguém e nem tentar ou ser melhor que ninguém.

Nesses 40 dias eu li 10 livros (formam 11 na verdade, porque reli Desculpa Se Te Chamo de Amor para fazer a resenha Sexta do Leitor para o Bookaholic World), coisa que seria praticamente impossível! De janeiro até o meado de fevereiro eu tinha lido somente 5 livros, porque me sentia sufocada com a obrigação do blog; quando eu não teve nenhuma obrigação, minha leitura deslanchou e eu estava feliz! Realmente feliz por tirar tempo para ler, e não porque eu tinha que ler para resenhar.

Esse foi um dos motivos de eu nunca ter corrido atrás de parceria pois não queria ser pressionada a falar bem dos livros quando na verdade tinha odiado. Nem ter que ler um livro se na verdade eu não gostei da capa, nem da sinopse ou se simplesmente eu não estou nem um pouco afim de lê-lo. Por isso decidi que sempre iria comprar meus livros; ler e resenha aquilo que gosto!

Ainda tenho uma enorme vontade de ter o layout perfeito, e trazer novidades de qualidade para aqueles que apreciam as loucuras que escrevo. Ter esse blog me possibilitou conhecer pessoas maravilhosas que quero muito (de montão!) que permaneçam na minha vida para sempre. Mas tudo sem pressão! :)

Agradeço aos leitores que devem ter sentido falta do blog nesse tempinho que ficou sem atualizações. Estou de volta!! Mas agora eu quero me divertir, e trazer diversão para vocês!

EU SÓ QUERO ME DIVERTIR!!!

9 comentários

Luana Farias disse...

Nossa adorei o post concordo com vc em relação de que pq tem blogs crescendo a gente fica meio de fora por não crescer tbm, mas n concordo em relação a falar uma coisa que vc axa q n vale, se eu tiver uma parceira e n gostar do livro vou falar e to nem aí, n sou obrigada a gostar, se querem parceria é pq tem q ter várias opiniões, se eu n gostar da sinopse nem leio, mas acho q blog é pra se divertir mesmo. Tem gente que gosta dessa correria.

Beijos

Viviane Freitas disse...

Sabe que concordo totalmente com seu ponto de vista. O meu também é assim, e vai continuar. Quando vira obrigação deixa de cumprir o propósito inicial que era relaxar e divertir.
Adorei.
Beijos!

Niii disse...

Adorei!
E concordo com o teu desabafo.
Essa sensação de "pressão" é totalmente real.
E como você disse, é maravilhoso ler o que estamos a fim. sem nenhuma pressão pela resenha. Também tenho percebido que li pouco =x Ano passad, sem o blog... nossa! Livros aos milhares! hahah

bjs

Nanda Meireles disse...

Oi, Lisse!
Primeiro, estava com saudade de você! Que bom que está tudo bem.
Segundo, entendo perfeitamente o que quer dizer. Tem hora que precisamos parar (mesmo que sejamos forçados a isso) e reavaliar tudo ao nosso redor que possa estar trazendo uma sensação desagradável. Fazer as coisas por obrigação é horrível, eu não consigo ler assim, resenhar então... A coisa não flui de jeito nenhum, rs.
Que bom que você reencontrou o caminho que te traz bem estar.
Saudade de vc, linda.
Beijos.

Evellyn disse...

Hauhua Ahh Lisse,
liga pra isso não!
hUhaua adorei a citação a GG hauhua A Paris era mt neurotica eu hein.. Vamos apenas aproveitar o blog, sem pressão!
Eu queria é ler tanto assim, mas ando tão enrolada!

bjs
Hey Evellyn!

Cíntia Mara disse...

Lisse, você tá certa, não tem que se pressionar pra fazer nada só porque os outros estão fazendo. A "blogosfera literária" sofreu um boom no ano passado e muita gente acabou se enganando, se deixando levar. Isso é muito ruim! Acaba o prazer, a diversão. Já pensei em ter um blog exclusivamente literário, mas a ideia durou poucos minutos. Percebi que eu não ia gostar e que, mais cedo ou mais tarde, alguns blogs iriam desaparecer. Acho que isto está começando a acontecer. Alguns blogs vão acabar, outros vão se profissionalizar e outros vão voltar ao ponto de onde nunca deveriam ter saído. E eu prefiro esses últimos, autênticos, a cara do autor. Querer um layout bacana, querer agradar os leitores, receber muitos comentários, ter muitos seguidores, isso não é errado. O problema é quando a personalidade do blogueiro fica abafada.

Beijos

Jessica Asato disse...

Você disse tudo e um pouco mais! ;)

Concordo com você! No meu caso, quando conheci os blogs literários, surgiu dentro de mim a vontade de compartilhar minha opinião com outras pessoas sobre os livros. Mas aí a gente vê a tal da popularidade seguidores, parcerias, tentando alcançar uma reputação boa e tal e isso realmente nos sufoca...
Foi muito bom você ter dado essa pausa flor!! Acho que vou fazer o mesmo viu!!

Beijos!!
xoxo

Turismo & Paradigma disse...

Seu desabafo foi puro e ético. Ganhou mais um admirador.
Inicialmente hesitei em criar um blog sobre as coisas que gosto, literatura, arte e história, justamente com medo dessa ansiedade a que você se refere.
Criei então um blog que visa ser a extensão da minha memória. Ou seja, expresso as impressões do que vi e gostei, independente de ter leitores ou não.
Se algum dia gostarem das minhas resenhas e impressões, ótimo. Caso não gostem, paciência...
Forte abraço
Gustavo
PS: agora seguirei seu blog

Kézia Lôbo disse...

Haaa capaz, eu ja nem me stresso tanto assim sabe, qdo criei o blog, era pra me divertir e continua sendo assim, quem gostar continua seguindo quem nao gostar...
E isso ae menina, adorei seu desabafo, nao liga pro crescimento da blogo... so escreve o que vc quiser e se diverta, é mesmo pra se divertir... O que importa são os leitores sinceros e não os numeros!
XD