Eu li: Aqui é o Melhor Lugar


Título: Aqui é o Melhor Lugar
Autora: Cecelia Ahern
Editora: Rocco
N° de Páginas: 383

Sonhos, fantasia, um pouco de romance, uma paixão secreta pelo analista e uma certa dificuldade em lidar com perdas. Parece confuso? Pois a vida de Sandy Shortt está prestes a mudar. Como num conto de fadas.

Para onde vai o que perdemos? Essa é a pergunta que Sandy Shortt se faz desde que tinha 10 anos e sua colega de escola, Jenny, desaparece sem deixar rastros. E o tempo não é capaz de fazer essa pergunta calar. Vinte anos depois, a jovem Sandy fica obcecada pelo misterioso sumiço das coisas à sua volta, e não são coisas extremamente complicadas não, são coisas simples, desde uma meia ou chave perdida até seu ursinho preferido.

Sandy foi a melhor protagonista que eu já conheci. Sabe quando você se identifica com uma pessoa de cara só por ela ser diferente? É isso aí! Eu adoro pessoas diferentes, pessoas "estranhas", que com sua inteligência podem transformar o mundo à sua volta. E Sandy é assim. Com seu jeito "estranho" é capaz de pensar coisas que ninguém mais poderia, capaz de sentir tudo ao seu redor quando as outras pessoas não são capazes.

Longe de ser curada da sua obcessão, Sandy resolve fazer dela um dom. Torna-se investigadora, abre uma agência de pessoas desaparecidas e oferece esperança a várias famílias desoladas. Achei tão interessante essa parte. Tantas pessoas somem todos os dias, e sempre seguimos nossa vida normalmente, e não nos damos conta de tantas famílias sofrendo por causa de seus parentes amados. É triste ver Jack sofrendo pelo desaparecimento do seu irmão, Mary relembrando como seu filho Bobby adorava jogar futebol, e muitas outras pessoas com problemas parecido.

Sua rotina louca leva seus pais à beira de um colapso, mas todos mantém uma relação muito comum às "manias" de Sandy, eles são super pacientes com ela (ao meu ver né!) porque se fosse eu, teria surtado. Seus pais não aguentam mais suas infindáveis perguntas que não conseguem responder, não sabem como lidar com seu comportamente estranho; aí entra na vida dela, Gregory Burton, um psicológo que promete dar às respostas a tudo o que vem pensando. Todos sabem que adoro um bom romance nos livros, e o Dr. Burton foi um protagonista masculino maravilhoso: "Ele era mais para um Gregory do que para um Sr. Burton. Era jovem, bonito, sexy e maravilhoso. Parecia que tinha acaba de sair da faculdade naquele dia, de jeans, camiseta e um corte de cabelo moderno. Ele tinha o dobro da minha idade (ela 14 e ele 28) e em poucos anos nosso relacionamento estaria dentro da lei e eu já fora da escola. Eu mapeara minha vida toda antes mesmo de ele fechar a porta."  E a Sandy (sortuda!) realmente se envolve com ele, num desajeitado jogo de sedução com seu lindo terapeuta (ahhhh Dr. Burton cuida de mim!).

Até o dia em que ela própria se perde ao caminhar pela floresta. Quando percebe, está num estranho lugar chamado "Aqui" - um universo paralelo, povoado por meias, diários, brinquedos e pessoas sumidas. E ali ela encontra Jenny e todos os desaparecidos que procurava. Aqui é lugar muito interessante, onde as pessoas já tem uma vida; as pessoas plantam, comem, vivem, trabalham, mais lá não existe dinheiro, existe trocas de objetos desejados. Porque o lugar é onde tudo que está desaparecido vai. Por exemplo: se você perdeu sua mala no aeroporto, essa mala vai parar em Aqui.

Mas porque ela teria parado ali? E por quê, mesmo perto de tudo o que sempre perseguiu, não se sente completa? Presa num mundo mágico e ideal, agora tudo o que Sandy deseja encontrar é o caminho de volta para casa. A analogia que a escritora Cecelia Ahern usa para relacinar a vida da Sandy com a Dorothy do Mágico de Oz muito perpicaz. Apesar de eu não ter tido infância, e não saber muitas coisas sobre o filme ou a peça, pelo livro a autora faz a história ficar de fácil compreender. E concordo: "Não há lugar como o lar!"

Esse é o primeiro livro da Cecelia Ahern que leio. Achei que leria P.S Eu Te Amo primeiro, mas como minha miguxa Ibis tinha esse e me emprestou, eu adorei. É uma história muito interessante e cativante, além de ser intenso e muito diferente dos vários tipos de literatura que agente possa encontrar numa livraria. Apesar de conter 55 capítulos, o livro é muito rápido de ser lido pois são capítulos breves.

Meu Trecho Favorito: "Há uma linha estreita entre amor e ódio; o amor liberta uma alma e no mesmo sopro pode sufocá-la. Eu andava pela corda bamba com a graça de um elefante, minha cabeça me oprimindo para o lado do ódio, meu coração me elevando para o lado do amor. Era uma jornada oscilante e às vezes eu caía. Algumas vezes caía por longos períodos de tempo, mas jamais por tanto tempo.
Jamais por tanto tempo assim.
Não peço que gostem de mim. Nunca ansiei por gostarem de mim, tampouco peço que compreendam; nunca fui assim. Quando comportava daquela maneira, quando deixava sua cama, soltava sua mão, desligava o telefone e fechava a porta atrás de mim, até eu mesma tinha dificuldade em gostar de mim, de me entender. Mas é assim que eu era.
Eu era.



Coloquei as capas aqui de duas edições do livro super fofas:


















Essa resenha faz parte do Desafio de Férias 2010/2011 realizado pela Pâm do Garota It.




XOXO, da Lisse

5 comentários

.Niii. disse...

Ainda não li nenhum livro dessa autora!
Mais já compreiiiiii *_* e vou ler em breve
ótima resenha lisse
bjim

draama-queen disse...

Gostei estou com vontade de ler tbm o layouyt infelizmente não fui eu que fiz :// mas é lindo mesmo

Dri disse...

Oie!

Ah esse livro deve ser lindo.

Beijoooos,
Dri Ornellas

vanessa disse...

Que bacana poxa, nunca tinha visto sobre esse livro, me parece legal. E essas duas edições ai com capas lindas, hein? Adorei as duas, mas acho que gostei mais da rosa, sei lá *-* Enfim, adorei a resenha (: há, ta participando do desafio de férias também é? Eu também to *-*
Beijos, Vanessa.

Angélica Roz disse...

Que livro legal! Eu não conhecia! A sua resenha ficou muito boa!!!

Estou passando mega atrasada para avisar que já coloquei o seu blog lá na Retrospectiva Literária. :) Obrigada por participar e ajudar a divulgar! \o/

Bjsss!