Eu li: Morro dos Ventos Uivantes

Acho que para alguns ainda é novidade que sou louca por Twilight.
Então esse post é em homenagem a essa série poderosa que me trouxe tristeza e alegria. Sabemos que Eclipse estreia dia 30 de junho, e para quem já leu o livro não é novidade que a Stephenie faz muita menção a Morro dos Ventos Uivantes.



“SE O AMOR DELA MORRESSE, eu arrancaria seu coração do peito e beberia seu sangue.”
O livro favorito do casal do momento: Bella e Edward! Na fazenda chamada Morro dos Ventos Uivantes nasce uma paixão devastadora entre Heathcliff e Catherine, amigos de infância e cruelmente separados pelo destino. Mas a união do casal é mais forte do que qualquer tormenta: um amor proibido que deixará rastros de ira e vingança. “Meu amor por Heathcliff é como uma rocha eterna. Eu sou Heathcliff”, diz a apaixonada Cathy. O único romance escrito por Emily Brontë e uma das histórias de amor mais belas de todos os tempos, O morro dos ventos uivantes é um clássico da literatura inglesa e tornou-se o livro favorito de milhares de pessoas, inclusive dos belos personagens de Stephenie Meyer.


O livro conta a história de duas famílias: Os Earnshaw e os Linton. Os Earnshaw tinham um filho, Hindley e uma filha Catherine. Os Linton igualmente tinham um filho, Edgar, e uma filha Isabella. A família Earnshaw ao fazer uma viagem resolveram adotar um pequeno intruso órfão cigano – Heathcliff. Toda afeição que o pai logo demonstrou pelo intruso enciumaram Hindley e Catherine. Hindley passa a odiar Heathcliff à condição de empregado. Amor, ódio, ciúmes e revoltas permeiam este romance de Emily Brontë, que deveria ser leitura obrigatória nas escolas.

Primeiro, achei o livro um pouco cansativo no início, porque a narrativa é um vai e vem, uma pessoa conta, depois outra. Mais aí logo me acostumei e passei a me identificar com os personagens. Infelizmente não tem ninguém lá muito parecido comigo não, mas é um livro diferente. Não tem mocinho, só vilão. Identifiquei-me pois passei uma fase meio rebelde, é verdade (kkkk), pois a maldade permeia esse livro, é muito ódio e rancor, mas também tem um pocuco de amor e este é universal.
O que realmente mais gostei foi o final, que é surpreendente e te faz até torcer pela felicidade do casal. Mais outras são bem triste, como a morte de alguns personagens.
Bem gente, não posso falar muito não pois senão acabo contando sobre o livro, e eu “falo” demais.
Então, eu recomendo. E espero que gostem.

XOXO,

3 comentários

Iris disse...

Eu não tenho muita vontade de ler esse livro :S

CAROLINA disse...

Estou lendo ele agora. XD
BjOss

mariana disse...

estou lendo este livro agora e achei muito bom xd