Eu vi: O Curioso Caso de Benjamim Button

domingo, fevereiro 28, 2010

Como deve ser a pessoa nascer velha e ir rejuvenescendo? Eu não dei muito crédito a esse filme não. A moça da locadora que insistiu muito para que eu o levasse pois disse que eu ia gostar.

Gostei e muito, o que também me rendeu algumas boas lágrimas pois o filme é lindo.

Em Nova Orleans, 1918, nasce uma "criança" de forma muito incomum. Ela tem a aparência de uma pessoa idosa e tem suas doenças também. Ao invés de envelhecer com o passar do tempo, Button rejuvenesce.

No começo vemos uma mulher dando à luz a um menino e a mesma morre; então somos arrebatados para a cena de um pai desesperado abandonando seu filho achando que este não iria sobreviver. E passamos a conhecer a querida Quennie, uma mulher que cuida de um lar de idosos, que passa a ser sua mãe e o ama com amor de mil mães.

Brad Pitt teve o privilégio de interpretar esse grandioso papel. E assim que começo a ver o filme, descubro que é também parte de um livro, escrito por Francis Scott Fitzgerald.

Quando ainda criança ele conhece Daisy (Cate Blanchett), da mesma idade que ele, por quem se apaixona. É preciso esperar que Daisy cresça, tornando-se uma mulher, e que Benjamin rejuvenesça para que, quando tiverem idades parecidas, possam enfim se envolver. Que após alguns anos se torna uma linda bailarina.

Somos levados a uma jornada tão incomum quanto pode ser a da vida de qualquer pessoa, através da grandiosa história de um homem nem tão comum assim, das pessoas e lugares que ele descobre ao longo do caminho, dos amores que encontra, dos que perde, das alegrias da vida e das tristezas da morte e do que permanece além do tempo.


XOXO,

0 comentários:







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!